ARTIGOS

Outubro Rosa: Conscientização Sobre o Câncer de Mama

Um novo outubro chegou, e além de conscientizar sobre a prevenção, trouxe mais um aprendizado, o câncer de mama não faz quarentena.
 

O câncer de Mama é um câncer que pode ser prevenido e se descoberto na fase inicial aumenta as chances de cura. Se autoconhecer e realizar o autoexame das mamas possibilita a descoberta de qualquer alteração, podendo intervir brevemente.

A neoplasia mamária é o tipo que mais acomete as mulheres em todo mundo, e no Brasil ocupa a primeira posição na taxa de mortalidade, sendo a região Sul e Sudeste os locais com maior número de casos.

O câncer de mama se desenvolve através do crescimento desordenado, da multiplicação, das células da mama.

Um lembrete, o homem também pode desenvolver o câncer de mama.

 

O que causa o câncer de mama?

 

Não há uma causa única, são diversos fatores relacionados.

O risco se eleva com a idade, aumentando a partir dos 50 anos.

Veja os fatores de risco:

 

  • Comportamental/Ambiental

Mulheres obesas e com sobrepeso têm três vezes mais chances de desenvolver câncer, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica, e exposição frequente a radiação.

  • História reprodutiva/hormonal

Primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, parar de menstruar após os 55 anos, uso de contraceptivos orais por longos

períodos, e reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de 5 anos.

 

  • Hereditário/Genético

Histórico familiar de câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos, câncer de ovário, e alterações genéticas nos genes BRCA1 e BRCA2.

Também existem fatores protetivos, como: se manter ativo fisicamente, realizar uma alimentação saudável, evitar consumo de bebida alcoólica e uso de tabaco influenciam positivamente na saúde. Amamentar por um período de 12 meses aumenta 4% o fator de proteção, assim como evitar as reposições hormonais pós menopausa também diminuem as chances de desenvolver o câncer de mama.

 

Sinais e sintomas do câncer de mama

 

Caroço na mama, região axilar ou pescoço (nódulo duro, fixo e geralmente indolor), Alterações no mamilo, Saída espontânea de líquido dos mamilos, e Pele das mamas avermelhada, retraída ou com aspecto de casca de laranja.

Por isso é de extrema importância o acompanhamento ginecológico anual independentemente da idade, o câncer de mama está acometendo cada vez mais todas as faixas etárias.

As entidades de saúde indicam iniciar a mamografia a partir dos 40 anos, caso não tenha nenhum fator de risco, pois é o exame que rastreia o câncer antes dos sintomas.

Realizar o autoexame em qualquer idade é essencial, poder identificar alguma alteração entre as consultas anuais e poder ter a chance de um tratamento mais conservador e com maior probabilidade de cura é um ato de amor próprio.

CONTATO

 

 

Procurar